EDUCAÇÃO INFANTIL PASSO A PASSO

BERÇÁRIO - MINI MATERNAL - MATERNAL - JARDIM E PRÉ MATRICULAS ABERTAS 2013

Rua David da Silva Meireles , 194 - JD Maria Luiza Taboão da Serra - SP Tel 4139-6085, prox ao supermercado d'Avó

Páginas

FESTA DA PÁSCOA

Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim , 1 ovo, 2 ovos, 3 ovos assim ...
Foi um dia muito feliz para nossos pequenos , escondemos alguns ovinhos e fizemos pegadas pela escola , as crianças ficaram doidinhas pra procurarem e acharem os ovinhos.






domingo, 14 de abril de 2013

ELOGIE DA FORMA CORRETA

Recentemente um grupo de crianças pequenas passou por um teste muito interessante. Psicólogos propuseram uma tarefa de média dificuldade, mas que as crianças executariam sem grandes problemas. Todas conseguiram terminar a tarefa depois de certo tempo. Em seguida, foram divididas em dois grupos.
O grupo A foi elogiado quanto à inteligência. “Uau, como você é inteligente!”, “Que esperta que você é!”, “Menino, que orgulho de ver o quanto você é genial!” … e outros elogios à capacidade de cada criança.
O grupo B foi elogiado quanto ao esforço. “Menina, gostei de ver o quanto você se dedicou na tarefa!”, “Menino, que legal ter visto seu esforço!”, “Uau, que persistência você mostrou. Tentou, tentou, até conseguir, muito bem!” … e outros elogios relacionados ao trabalho realizado e não à criança em si.
Depois dessa fase, uma nova tarefa de dificuldade equivalente à primeira foi proposta aos dois grupos de crianças. Elas não eram obrigadas a cumprir a tarefa, podiam escolher se queriam ou não, sem qualquer tipo de consequência.
As respostas das crianças surpreenderam. A grande maioria das crianças do grupo A simplesmente recusou a segunda tarefa. As crianças não queriam nem tentar. Por outro lado, quase todas as crianças do grupo B aceitaram tentar. Não recusaram a nova tarefa.
A explicação é simples e nos ajuda a compreender como elogiar nossos filhos e nossos alunos. O ser humano foge de experiências que possam ser desagradáveis. As crianças “inteligentes” não querem o sentimento de frustração de não conseguir realizar uma tarefa, pois isso pode modificar a imagem que os adultos têm delas. “Se eu não conseguir, eles não vão mais dizer que sou inteligente”. As “esforçadas” não ficam com medo de tentar, pois mesmo que não consigam é o esforço que será elogiado. Nós sabemos de muitos casos de jovens considerados inteligentes não passarem no vestibular, enquanto aqueles jovens “médios” obterem a vitória. Os inteligentes confiaram demais em sua capacidade e deixaram de se preparar adequadamente. Os outros sabiam que se não tivessem um excelente preparo não seriam aprovados e, justamente por isso, estudaram mais, resolveram mais exercícios, leram e se aprofundaram melhor em cada uma das disciplinas.
No entanto, isso não é tudo. Além dos conteúdos escolares, nossos filhos precisam aprender valores, princípios e ética. Precisam respeitar as diferenças, lutar contra o preconceito, adquirir hábitos saudáveis e construir amizades sólidas. Não se consegue nada disso por meio de elogios frágeis, focados no ego de cada um. É preciso que sejam incentivados constantemente a agir assim. Isso se faz com elogios, feedbacks e incentivos ao comportamento esperado.
Nossos filhos precisam ouvir frases como: “Que bom que você o ajudou, você tem um bom coração”, “parabéns meu filho por ter dito a verdade apesar de estar com medo… você é ético”, “filha, fiquei orgulhoso de você ter dado atenção àquela menina nova ao invés de tê-la excluído como algumas colegas fizeram… você é solidária”, “isso mesmo filho, deixar seu primo brincar com seu videogame foi muito legal, você é um bom amigo”. Elogios desse tipo estão fundamentados em ações reais e reforçam o comportamento da criança que tenderá a repeti-los. Isso não é “tática” paterna, é incentivo real.
Por outro lado, elogiar superficialidades é uma tendência atual. “Que linda você é amor”, “acho você muito esperto meu filho”, “Como você é charmoso”, “que cabelo lindo”, “seus olhos são tão bonitos”. Elogios como esses não estão baseados em fatos, nem em comportamentos, nem em atitudes. São apenas impressões e interpretações dos adultos. Em breve, crianças como essas estarão fazendo chantagens emocionais, birras, manhas e “charminhos”. Quando adultos, não terão desenvolvido resistência à frustração e a fragilidade emocional estará presente.
Homens e mulheres de personalidade forte e saudável são como carvalhos que crescem nas encostas de montanhas. Os ventos não os derrubam, pois cresceram na presença deles. São frondosos, copas grandes e o verde de suas folhas mostra vigor, pois se alimentaram da terra fértil.
Que nossos filhos recebam o vento e a terra adubada por nossa postura firme e carinhosa.

MARCOS MEIER é mestre em Educação, psicólogo, escritor e palestrante.
Seus textos encontram-se no site www.marcosmeier.com.bre seus livros no www.kapok.com.br

terça-feira, 2 de abril de 2013

FANTOCHE NA ESCOLA

As crianças  são fascinadas  pelo mundo do faz de conta , nós do passo a passo procuramos colocar essa fantasia no dia a dia de nosso alunos , tanto nos teatros de fantoches que acontecem no decorrer do ano como em todas as contações de histórias que temos,  em nossa escola e que acontecem no dia a dia.

domingo, 24 de março de 2013

CIRCULAR MARÇO 2013


ESCOLA PASSO A PASSO

SENHORES PAIS

Faremos uma festinha para comemorar a chegada da páscoa , dia 28 de março , pedimos a colaboração dos senhores em enviarem para a escola 1 prato de doce ou salgado e um refrigerante OU  o valor de R$ 5,00 para encomendarmos os doces e salgados  até quarta –feira , neste dia cantaremos parabéns aos aniversariantes do mês de março : A festa será no horário normal de aula.

                                                                                                                                                                    
Ingrid dia 30                                      Yago dia 12                                                    Gabriela dia 12

                                                  Isabela dia 22
Carolina dia 16

              
Aos nossos alunos desejamos um feliz aniversário e  , que Deus abençoe a todos .

As professoras estão preparando uma surpresa de páscoa para cada turma , pedimos a colaboração no valor de R$ 5,00, até quarta feira.

As aulas de capoeira voltarão a ser na quinta feira às 13:30 , portanto as aulas de ballet voltarão a ser as terças feiras às 13:30.

Os livros e apostilas já chegaram na escola , caso algum pai ainda não tenha efetuado o pagamento da primeira parcela por gentileza procure a direção.

Eventualmente irá nas agendas cartões de prestação de serviços , todos  de pais de alunos .

Caso tenham   alguma empresa ou seja prestador de serviço e queira  divulgar em nossa escola estejam a vontade.

Estamos ainda em obras em nossa escola , neste feriado de páscoa estaremos  terminando de plainar o piso  do play ground , e  os banheiros pois tivemos  problemas com as constantes chuvas  nos finais de semana pois é só nestes dias que podemos trabalhar com obras na escola ,durante a semana não podemos efetuar tais procedimentos , desta forma tenham paciência pois estamos fazendo o melhor para nossos alunos ,  após o  término do piso estaremos pintando a brinquedoteca , e depois nossa horta, nossos alunos não tem acesso aos lugares em obras.

Após o término de todas as obras estaremos alugando nosso espaço para aniversários de final de semana , caso tenham interesse procurem a direção para maiores informações.

Mais uma vez pedimos a gentileza em não atrasarem nossas mensalidades pois necessitamos delas em dia para efetuar tais procedimentos e obras em nossa escola.

 

A direção

LANCHEIRA O QUE LEVAR PARA A ESCOLA , SEGUE ALGUMAS DICAS LEGAIS

O que não posso colocar no lanche?
Fatias de tomate umedecem demais o pão • Em vez de pôr apenas presunto, opte pelo peito de peru, que ainda por cima tem menos gordura • Se seu filho estuda de manhã, mas o lanche que você preparou é para o período da tarde, não mande leite (quente ou frio) ou iogurte de jeito nenhum.
Posso preparar tudo com um dia de antecedência?
Os lanches podem ser feitos um dia antes, à noite. Se for mandar um pedaço do bolo, deixe cortadinho também. Guarde ambos em potinhos de plástico na geladeira. Os sucos naturais devem ser preparados no dia. Se for mandar uma fruta, higienize no dia também.
Meu filho pode levar pratos e bebidas quentes?
O pão de queijo é uma opção viável, mas misto quente, por exemplo, não. O pão amolece demais e o queijo, se não for bem acondicionado, pode estragar. Ovo cozido, nem pensar, porque é um alimento muito sensível. Você pode mandar o chocolate ou o leite quente, desde que estejam em uma térmica. O problema é que podem não estar tão quentinhos na hora do intervalo do seu filho.
Quantas vezes por semana posso mandar doce ou salgadinhos?
De preferência, não mande. Se seu filho insistir muito, coloque um pedaço de bolo, de preferência, sem recheio ou cobertura. Deixe os doces e salgadinhos para o fim de semana.
Quais as melhores frutas para pôr na lancheira e por quê?
Maçã é uma boa opção porque não amassa facilmente. Pera, banana, pêssego, uva e nactarina pedem um recipiente mais resistente para acomodá-las. As frutas que você manda em gomos, como mexerica, perdem um pouco de nutrientes quando são descascadas. Antes de embalar, higienize bem a fruta. As que a criança consome a casca têm de ser lavadas em água corrente e depois colocadas em uma solução clorada (o produto é vendido em supermercado, veja no rótulo da embalagem como proceder). Se a casca for descartada, só lave. Seque com papel-toalha e coloque em um pote.
Como saber se ele comeu o que eu mandei?
Converse com o professor. Você pode pedir para ele mandar o lanche que sobrou de volta ou então pedir para ele anotar na agenda da criança quanto e o que ela comeu. É importante que ele coma porque se ficar mais de quatro horas sem se alimentar, pode ter uma queda de glicose no sangue, o que causa dores de cabeça, mal-estar e até desmaio. Ficar sem comer também atrapalha o aprendizado.

FONTE REVISTA CRESCER EDITORA GLOBO

sábado, 26 de janeiro de 2013

MUDANÇA DE ENDEREÇO

                  ATENÇÃO      URGENTE


SENHORES PAIS


A PARTIR DO DIA 28 DE  JANEIRO DE 2013 ESTAREMOS ATENDENDO EM NOVO ENDEREÇO :

RUA :  DAVID DA SILVA MEIRELES , 194 JARDIM MARIA LUIZA  - PRÓX AO  SUPERMERCADO D´AVÓ

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

MATRICULAS 2013

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA A MATRICULA

RG ou certidão de nascimento do aluno
RG e CPF do responsável
Carteira de vacinação
Comprovante de  residência

UNIFORME
Os uniformes devem ser adquiridos na escola e podemser parcelados em 2 vezes

MATERIAIS

Os materiais podem ser  adquiridos na escola   podem ser parcelados em 2 vezes


INICIO DAS AULA 28 DE  JANEIRO DE 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

CUIDADO COM NOSSAS CRIANÇAS NAS FÉRIAS

Férias de verão: ONG Criança Segura alerta para os riscos comuns deste período


Férias e verão à vista. O período de muita diversão, tão aguardado pela criançada, também exige cuidados dos responsáveis para evitar acidentes. Estas lesões são a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos no Brasil. Só em 2009, dados mais atuais do Ministério da Saúde, 4.992 crianças morreram e 119.297 foram hospitalizadas. Por isso, não deixe de seguir as dicas da ONG Criança Segura para garantir férias mais seguras para as crianças!
Verão é sinônimo de altas temperaturas. Com o calor, é comum a ida a praias, rios e piscinas, mas estes locais também apresentam riscos. O afogamento é a segunda maior causa de mortes de crianças, por acidente, no Brasil. Em 2009, 1.376 crianças morreram vítimas de afogamentos no país. Próximo à água, a criança deve contar sempre com a supervisão de um adulto, que deve estimular o uso do colete salva-vidas.
O atropelamento também é um risco a ser considerado, principalmente na brincadeira de rua. Em 2009, 790 crianças morreram vítimas de atropelamentos, a principal causa entre os acidentes de trânsito. Para o trajeto de carro nas estradas, ou mesmo os passeios na cidade, os responsáveis não devem abrir mão da cadeirinha, única forma segura para o transporte de crianças em veículos.
Neste período, a criança pode acabar ficando mais tempo em casa. A queda, principal causa de hospitalização de crianças entre os acidentes, é um acidente doméstico muito comum e resultou na internação de 57.705 crianças em 2009. Algumas medidas ajudam a prevenir este perigo como o uso de portões de segurança no topo e base de escadas, grades ou redes em janelas, sacadas e lajes e supervisão constante. Parques de diversão ou mesmo parquinhos públicos e do prédio também merecem cuidados. Os responsáveis devem observar se os brinquedos estão em bom estado e se são adequados à faixa etária da criança.
Com as festas de final de ano, aumentam também os riscos de acidentes com fogos de artifício, que nunca deve ser manuseados pela criança, somente por profissionais especializados. Além de provocar queimaduras, quando explodem, os fogos podem causar mutilações, lesões nos olhos e até surdez. A queimadura foi responsável pela morte de 293 crianças e pela hospitalização de 19.476 em 2009.

Por: Francine Ricci (Criança Segura)

sábado, 12 de janeiro de 2013

Ataques de birra frequentes podem esconder problemas mais graves, diz pesquisa

Os ataques de birra sempre acontecem por um motivo e são dirigidos a alguém. Por exemplo, seu filho pode estar com sono, cansado ou querer um brinquedo que não vai ganhar e, então, explode, para testar o limite dos pais ou de quem está cuidando dele naquele momento. Mas agora a ciência resolveu olhar para o que pode estar por trás dos ataques que acontecem sem motivo aparente, ou seja, quando ele está brincando ali sozinho e, de repente, explode, sem se dirigir a ninguém.

Uma pesquisa realizada pela Escola de Medicina Feinberg, da Universidade Northwestern, em Chicago, nos Estados Unidos, com pais de 1.490 crianças de 3 a 5 anos, mostrou que, quando a birra acontece diariamente, de forma agressiva e sem motivo, ela pode esconder outros problemas. Para chegar a esse resultado, os pais responderam a um questionário com cinco perguntas sobre o comportamento de seus filhos no mês anterior.

De acordo com o relato dos participantes, 83,7% das crianças têm ataques de raiva ocasionalmente, sempre provocados por um motivo, ou seja, quando a criança se frustra ou está cansada – como aquela situação que contamos no início desta reportagem. Mas 8,6% “explodem” diariamente e sem motivo - e a birra dura mais de cinco minutos e de forma agressiva (com chutes, tentativas de agredir os pais, os irmãos e até a si mesma).

“Apesar de ser um estudo baseado apenas no comportamento das crianças no último mês, pude perceber, ao analisar os dados, que não é comum uma criança ter ataques de birra todos os dias, principalmente quando acontecem sem motivos e não são direcionados a uma pessoa, como o pai ou a babá”, disse, em nota, Lauren Wakschlag, principal autor do estudo e vice-presidente do departamento de medicina da Universidade. No entanto, o especialista destaca que é preciso cautela antes de definir o que é ou não normal no comportamento e desenvolvimento de uma criança.

Para a psicóloga infantil Patrícia Nakagawa, da Universidade Federal de São Paulo, certos comportamentos escondem outros problemas que podem estar causando sofrimento à criança. Pode ser uma crise de ansiedade causada pela mudança de casa, de escola, a morte de um parente querido ou de um animal de estimação, a separação dos pais e até mesmo a falta de diálogo em casa. Essa é uma forma de a criança pedir socorro. O melhor a fazer é procurar a ajuda de um profissional.
LEIA MAIS: E quando o seu filho chora compulsivamente em local público?
Importância da rotina

Se você está na dúvida se os ataques de birra do seu filho estão dentro do esperado, comece, antes de tudo, observando se algo mudou na rotina dele. Criança gosta de saber o que vai acontecer, o que pode e não pode fazer. É assim que ela se sente segura. Por isso, a família toda precisa se organizar. Se alguma coisa diferente aconteceu recentemente, converse com a criança e tente entender o que pode estar provocando essas crises de nervosismo. Se achar necessário, converse com o professor, mas não deixe de pedir ajuda de um especialista.
Sim, dá para evitar!
Vale lembrar que a birra clássica começa muito antes dos berros e do choro. É uma manha, um pedido que não pode ser realizado, um lugar muito agitado e cheio de gente, sono e cansaço. Quando os primeiros sinais surgirem, é hora de negociar. E aí, vale conversar, mudar de ambiente, propor uma brincadeira, pedir a ajuda dele, enfim, mudar o foco! Se mesmo assim, ele explodir, é hora de aprender a lidar com a birra. E aqui não importa se ela acontece todos os dias, de forma agressiva, sem motivo ou é esporádica, por um motivo certo para atingir alguém. O melhor jeito, segundo a psicoterapeuta Teresa Bonumá, de São Paulo, é sempre ter muita paciência. Veja a seguir:

- Se a criança estiver em um lugar perigoso em que possa se machucar ao se debater, como, por exemplo, próximo à prateleira do supermercado ou na cozinha, retire-o de lá imediatamente, não importa a intensidade do berro dele.

- Não grite e lembre-se de que você serve de modelo para o seu filho. Por isso, quanto mais calmo você ficar, mais rápido a situação vai se resolver.

- Desvie o foco da criança. Como ela está nervosa, evite conversar. Quando perceber que se acalmou, é hora de dar um abraço bem gostoso para ela perceber que está tudo bem e, só então conversar. Tente explicar a ela o porquê explodiu usando uma linguagem fácil para que a criança entenda.

- E, se achar necessário, você pode dar ao seu filho um castigo, sempre de acordo com a idade. Por exemplo, se ele jogou o brinquedo no chão pode ser que ficar sem ele já seja suficiente. Se ele for mais velho, vale excluir algo importante para ele, como a TV ou o computador por um tempo. O mais importante é que a criança perceba a relação entre o que fez e a consequência. Aos poucos, seu filho vai entender e, se for preciso, peça, sim, a ajuda de um especialista. Vai ser bom para ele e para você!

FONTE REVISTA CRESCER  EDITORA ABRIL

Quando seu filho vai poder ajudar você nas tarefas domésticas?

Se você já parou para pensar em que momento poderia pedir para o seu filho contribuir com algumas tarefas de casa, saiba que essa ajuda pode começar mais cedo do que imagina. De acordo com o pediatra Luiz Guilherme Araújo Florence, responsável pelo ambulatório de desenvolvimento infantil do Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (SP), mesmo com pouca idade a criança já possui capacidade motora suficiente para desempenhar uma série de atividades. E isso é importante para ela, sabia?
“Quando a criança é incluída em tarefas domésticas, ela passa a participar da dinâmica familiar e isso faz com que sinta que pertence àquele lugar. Isso une a família e ajuda seu filho a entender também como funcionam as coisas. Ela vê como as atividades feitas pelos pais são difíceis e passa a respeitar e valorizar mais esses momentos. Indiretamente, faz ainda com que ela entenda conceitos de moral, ética e hierarquia”, diz Florence.
Mas, claro, que tudo tem o tempo certo. Por isso, se você quer ter a companhia do seu filho para algumas tarefas, saiba que é preciso respeitar o desenvolvimento dele. E o mais importante: que esse momento seja gostoso para a criança (e para você, que acabou de ganhar um parceiro para ajudá-la um pouquinho). Abaixo, uma lista sobre a melhor época para ele começar a desempenhar cada atividade. Inspire-se!

2 anos
Uma das melhores maneiras de introduzir a criança nas tarefas de casa é por meio daquilo que está mais perto dela no momento, ou seja, os brinquedos. Sente-se ao lado de seu filho e arrume-os por tipo, tamanho ou cor, fazendo com que a própria atividade se torne uma brincadeira. Aos poucos, ele vai entender o conceito de organização.

3 e 4 anos
Nessa faixa etária, você já pode incentivar o seu filho a arrumar a mochila da escola e levar o prato de comida até a pia. Você também pode pedir para que ele ajude-a a organizar alguns objetos da casa – levando-os ao lugar certo e colocando dentro de um armário (sermpre com sua supervisão nesse momento, claro!). Pode ser o par de sapatos ou roupas, por exemplo.

De 5 a 7 anos
Aqui a criança já começa a entender melhor as noções de responsabilidade e cuidado. Então você pode orientá-lo a esvaziar o lixo do banheiro, por exemplo, sem que ele espalhe tudo no chão ou queria pegar algo de dentro do cesto. Ele pode ainda tentar arrumar a cama e dobrar algumas roupas.

Outra tarefa que você pode delegar – e que ele vai adorar - é a de regar as plantas. “Ao ver que outro ser vivo precisa de sua ajuda, a criança desenvolve ainda mais a ideia de responsabilidade. Ela observa uma relação de causa e efeito entre a água e a planta, percebe que está cuidando mesmo daquilo e que suas atitudes podem promover o bem”, diz Florence.

Acima de 8 anos
Nesta idade, seu filho já tem mais habilidades motoras e é capaz de desempenhar algumas funções maiores sem cometer acidentes (como derrubar e quebrar objetos). Ela consegue ajudar a arrumar a mesa para as refeições, a carregar as compras do supermercado, a limpar o quarto. Da mesma forma com que acontece com a planta, a criança pode ajudar a cuidar de um animal de estimação. Com mais alguns anos, pode até ajudar a cuidar de um irmão mais novo.


Outras fontes: Léa Albertoni, diretora da Escola Paulistinha, mantida pela Unifesp (SP), e Tânia Shimoda Sakano, pediatra do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (SP)
fonte revista crescer editora globo

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Boas Festas

 
Senhores Pais
 
Gostaríamos de agradecer a todos   depositarem mais uma vez sua confiaça em  nossa  escola e equipe , Este foi um ano de muitas conquistas , Parabéns aos nossos alunos da  pré escola que estão praticamente alfabetizados , sejam muito felizes nessa nova etapa da vida de vocês .
Aos  alunos que permanecerão em 2013 ,e aos novos alunos  faremos deste novo ano algo mágico  já com muitas novidades no inicio das aulas em janeiro dia 28 , SEJAM BEM VINDOS
 
Boas festas e muitas realizações neste novo ano que se inicia , obrigada novamente pela confiança e carinho que 2013  seja um ano mágico para todos .
 
 
Beijos equipe Escola Passo a Passo
 
 
RECESSO ESCOLAR DE 24 DE DEZEMBRO À 04 DE JANEIRO  DE 2013 , DIA  07 DE JANEIRO ABRIREMOS NORMALMENTE.
 
 
 
 
 
 
 
 
 



domingo, 23 de dezembro de 2012

                          NOVO BLOG 

        www.ripassoapasso.blogspot.com

          VISITEM DEIXEM RECADOS 



sábado, 10 de novembro de 2012

SEGURO ACIDENTES PESSOAIS


                       CUIDANDO DE NOSSOS ANJINHOS DENTRO E FORA DA ESCOLA 

terça-feira, 9 de outubro de 2012

          ESTAMOS  EM CAMPANHA DE  MATRÍCULAS  PARA O PRÓXIMO ANO 2013
  ABRIREMOS VAGAS PARA O BERÇÁRIO
                      GARANTA A SUA

INFORMAÇÕES viviane_smaia@hotmail.com

VENHA PARA O PASSO A PASSO , ONDE  SEU FILHO APRENDE BRINCANDO.
SEMANA DAS CRIANÇAS  2012

Nossa estamos na semana da criança , o tempo voa ,ontem  passamos o dia realizando diversos jogos com nossos pequenos , que já cansados de brincar pediram lição kkkkkk.
Hoje mais um dia de diversão só brincadeiras , musica , gelatina gostosa de sobremesa , um calorão , um dia muito gostoso.
Nossos pequenos do Mini maternal tomaram um banhino tão gostoso, nossa berçarista Lú com todo carinho deixou todos num cheirinho bom .
Quero agradecer a vocês meninas que me ajudam tanto com os pequenos , cuidam como se fosse da familia , como se fosse filho , agradecer o carinho com a sophia que é muito bagunceira, que é meu tesouro , gostaria que nossos pais pudessem presenciar o que presencio todos os dias , o cuidado, carinho e preocupação que vcs tem pelos pequenos isso não tem preço , não há dinheiro no mundo que pague tanta dedicação,.
Na vida temos procurar  fazer o que gostamos e da melhor forma possível , as vezes achamos que o trabalho não é reconhecido , porém creio que Deus no céu olha por nós e abençoa todos os dias o carinho que temos com nossos alunos, isso já basta.
Equipe show, beijos no coração meninas.
Obrigada à vocês Juliana e Valéria que são mamães de alunos do Passo a Passo e não me deixam desanimar , sempre falando no carinho das crianças conosco.
Na semana passada a mãe da Bianca do Pedrinho e do vinicius trouxe eles na terça -feira porque na segunda eles estavam com os avós , e disse que eles haviam acordado super cedo , se trocado  , arrumado as camas e estavam ansiosos pelo dia de aula , já são da familia kkkk
LEMBRANDO QUE amanhã vamos fazer um cineminha com  hot dog e refrigerante com pipoca delicia e quinta feira  FESTAAAAAAAAAAAAAA.
 
Beijos no coração de todos os nossos alunos  E Parabéns aos nossos professores .


FELIZ DIA DAS CRIANÇAS
 


 

PASSEIO JULHO 2012






































FIZEMOS UM PASSEIO DIVERTIDO, COM  NOSSOS PEQUENOS QUE CANSARAM DE TANTO QUE BRINCARAM NOS BRINQUEDOS DO PARQUE , VIMOS   OS BICHOS DA FAZENDA , SÓ FALTOU A VAQUINHA QUE ESTAVA ESCONDIDINHA POR CAUSA DO FRIO  BRRRRR, MAS FIZEMOS MUITAS COISAS DIVERTIDAS , AGORA É ESPERAR O FIM DO ANO PARA IRMOS AO PARQUE DA XUXA .OBRIGADA A  TODAS AS MÃES PELA CONFIANÇA DEPOSITADA EM NÓS.

domingo, 15 de julho de 2012

Related Posts with Thumbnails
 

VOCÊ É BEM VINDO!

VENHA FAZER UMA EXPERIENCIA CONOSCO!





ESTAMOS RECEBENDO CURRICULOS DE PROFISSIONAIS INTERESSADOS EM DAR ATIVIDADE PARA CRIANÇAS DE 3, 4 E 5 ANOS , OS INTERESSADOS DEVERÃO ENVIAR CURRICULO PARA NOSSO E-MAIL , É NECESSARIO QUE SE POSSUA O MAGISTÉRIO OU PEDAGOGIA, E QUE MORE PRÓXIMO À ESCOLA

Meu Email: viviane_smaia@hotmail.com



Frases para Reflexão





Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado. Roberto Shinyashiki



Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela. Paulo Coelho



Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo... Fernando Pessoa



Ninguém é assim tão velho para não acredite que poderá viver por mais um ano. Marcus Cícero



Os tristes acham que o vento geme; Os alegras acham que ele canta Luiz Fernando Veríssimo



A nossa vida tem 4 sentidos... amar, sofrer, lutar e vencer. Ame muito, sofra pouco, lute bastante e vença sempre!" Diêgo Lima





  ©Template designer by Ana by anA.